4.º Melgaço Alvarinho Trail :: Emoções fortes do rio à montanha

0 275

Decorre pelo quarto ano consecutivo o Melgaço Alvarinho Trail. O evento, que decorre no dia 27 de Maio é composto por uma prova de Ultra Trail de 49 kms, um Trail Longo de 26 kms, um Trail Curto de 17 kms e uma Caminhada de 13 kms.

Trata-se de uma confirmação desportiva e de lazer que permitirá, aos participantes, desfrutar de algumas das paisagens mais deslumbrantes do concelho de Melgaço e promete divertimento, emoções fortes.

As prioridades desta prova são estimular os sentidos e aumentar o respeito pela natureza numa região que possui excelentes condições naturais, quer na Montanha quer no Rio.

Esta iniciativa é já uma referência nacional e, prova disso, é que o Ultra Trail e o Trail Longo integram o Prozis Campeonatos Nacionais 2018 da ATRP – Associação de Trail Running de Portugal.

O Melgaço Alvarinho Trail nasceu em 2015, numa iniciativa pioneira que tinha como objectivo aliar a prática desportiva ao contacto com a natureza e as populações locais.

Na primeira edição participaram 250 atletas, na segunda 280 e no ano passado o número de atletas já ultrapassou os 900.

A Vale Mais esteve à fala com Igor Moreira, da organização, que nos afirmou que esta bastante optimista, “mas sempre com enorme humildade e vontade de continuar a cimentar de forma sólida o nosso espaço no fenómeno do Trail Running e quiçá ambicionar um pouco mais. Estamos totalmente engajados de corpo e alma no processo”.

Para Igor Moreira “todos nós tentamos mostrar o que de melhor temos na Região e acima de tudo imiscuir os recursos endógenos da Terra. Nesta senda, inequivocamente, Melgaço tem peculiaridades extremosamente interessantes, únicas, que se complementam em perfeita sintonia com o fenómeno em si. Além de termos uma panóplia inesgotável em termos de território o que nos permite facultar aos atletas ano após ano novos trilhos, estamos inseridos em pleno PNPG além de Melgaço ser o Destino de natureza mais radical de Portugal, terra onde começa Portugal, no marco n. 1 de Cevide, com as nossas pesqueiras milenares, as nossas Brandas, o nosso cão de Castro Laboreiro, o nosso Alvarinho, o nosso fumeiro certificado, a nossa gastronomia, e muito, muito mais. Mas acima de tudo o nosso capital humano intrínseco ao Minho, cujo bem receber lhe corre no sangue”.

Melgaço tem excelentes locais para o Trail Running, desde o Rio Minho, a menos de 40 metros de altitude, até ao Planalto de Castro Laboreiro onde se superam os 1.300 metros de altitude.

Desde as Pesqueiras Milenarias do Rio Minho, Caminhos e Pontes Romanas, Aldeia Típicas, Trilhos, paisagens deslumbrantes sobre os Vales dos Rios, Minho, Trancoso e Mouro, sobre a vizinha Espanha até ao Planalto Castrejo onde se encontram dezenas de Dolmens, conta, também, com o Parque Nacional Peneda Gerês, onde se encontra a Porta de Lamas de Mouro.

A primeira edição da prova desenvolveu-se entre o Rio Minho e os Montes da Freguesia de Fiães, até aos 820 metros de altitude. Na segunda, desenvolveu-se entre o Rio Minho e o Parque Eólico dos Picos, superando os 1.200 metros de altitude. A terceira edição desenvolveu-se novamente desde o Rio Minho, mas para outras Montanhas, nas Freguesias de Cubalhão e Lamas de Mouro superando os 1.200 metros de altitude. Nesta edição decorre em pleno P.N.P.G..

18595248_1462591390473847_3544175611245211325_o-1030x687

‘O MAT é uma prova divertida em redor da mãe natureza. Melgaço tem excelentes condições naturais, quer na montanha quer no rio, conjunturas que estimulam os atletas. Quem corre gosta da natureza, de sentir liberdade, e o nosso concelho tem ótimas condições para tal.’, considera José Adriano Lima, vereador com o pelouro de desporto.

De salientar que os atletas inscritos poderão usufruir de uma no Museu de Cinema de Melgaço – Jean Loup Passek, no Espaço Memória e Fronteira, no Núcleo Museológico de Castro Laboreiro e no Núcleo Museológico da Torre de Menagem.

Nesta edição, os participantes terão também a possibilidade de usufruírem de um serviço de massagem oferecido pela EPRAMI e de auxílio de primeiros socorros pela Saúde Constante.

A organização é da Melsport – Melgaço, Desporto e Lazer EM e da Solopisadas e conta com o apoio do Município de Melgaço, da Melgaço Radical, da ATRP – Associação de Trail Running de Portugal, dos Bombeiros Voluntários de Melgaço, da Clínica de Medicina Desportiva Saúde Constante e da EPRAMI, e ainda com o patrocínio de diversas entidades.

Igor Moreira assegura que será, acima de tudo, “um dia de enorme festa”. Sobre o ex-líbris Alvarinho, que dá nome à prova, atesta que “os participantes terão a oferta de uma garrafa do vinho Torre de Menagem, das Quintas de Melgaço, nosso patrocinador oficial, do prémio finisher, de um saco, copo, t-shirt, bolo, café e muito mais, além do já referido acesso aos Museus de Melgaço de forma gratuita”.

 “Queremos que as pessoas vivenciem, de forma ativa, Melgaço, conheçam a história das nossas gentes e por inerência regressem”. 

Quanto à organização destes eventos, Igor Moreira conclui, garantindo que; “o trajeto tem sido enormemente enriquecedor. A equipa de trabalho é estupenda, sempre com enorme espírito de sacrifício e com os níveis de galvanização fabulosos, sendo que a paixão por aquilo que fazemos se adequa perfeitamente nas organizações desportivas que estamos envolvidos”. “Mas nem sempre foi assim. No início, com as marcações do terreno tivemos alturas de querer caminhar e parecer-mos autómatos, sem conseguir dobrar as pernas porque a dor era tanta que não dava para mais”. “Sem sombra de dúvidas que a organização tem sido uma experiência verdadeiramente enriquecedora, já para não falar nas centenas de pessoas que esta modalidade nos permite conhecer. Gente de todos os quadrantes da sociedade, focalizadas com um único objectivo. Superação e divertimento”.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta