Arcos de Valdevez celebra protocolo com Décines-Charpieu

0 109

Desde o ano transato que os Municípios de Arcos de Valdevez e de Décines-Charpieu têm desenvolvido contactos no sentido de formalizar uma possível parceria.

Um primeiro encontro decorreu em Arcos de Valdevez, com a presença do Presidente do Município francês, Laurence Fautra, e a sua comitiva, tendo depois o presidente da Câmara Municipal arcuense, João Esteves, retribuído o gesto deslocando-se a esta localidade francesa com o propósito de conhecer melhor o Município, os diferentes serviços, ver possíveis áreas de cooperação entre os municípios e as associações, aprofundar relações e realizar uma aproximação entre os dois concelhos, já que naquela região vivem muitos portugueses.

Esta aproximação foi agora formalizada, em Décines-Charpieu, através da celebração de um protocolo de cooperação entre as duas Câmaras Municipais em prol do desenvolvimento dos cidadãos e das regiões.

Para João Manuel Esteves “esta cooperação será um forte meio de valorização do saber fazer, saber estar e saber ser, das nossas culturas” e servirá para a promoção das potencialidades dos dois concelhos, bem como dos seus tecidos empresariais e associativos.

“Pretendemos fortalecer e intensificar as relações, a troca de conhecimentos, contactos e experiências entre os cidadãos de cada Município, a fim de os partilhar e capitalizar com a realização de projetos conjuntos em áreas como a educação, a cultura, o desporto, o associativismo, o ambiente, o dinamismo económico e o turismo”, referiu, dizendo também que “na génese desta parceria está a comunidade portuguesa e arcuense sedeada nesta região de França”, a qual fez questão de cumprimentar e dirigir uma palavra de apreço e de reconhecimento pelo trabalho que lá tem desenvolvido.

Por fim realçou que este protocolo vem fortalecer a proximidade e a união entre a comunidade francesa e a comunidade portuguesa, acreditando que esta cooperação se irá traduzir em benefícios para os cidadãos que representam e para os respetivos territórios.

De referir ainda que, para a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez neste relacionamento com as comunidades no estrangeiro, assume particular relevância a relação com a comunidade de emigrantes, pois é um elemento importante no reforço da identidade local, na promoção da cultura arcuense e para dar a conhecer as oportunidades do território, atraindo mais pessoas, visitantes e investidores para o concelho e juntos se continuar a construir o Futuro de Arcos de Valdevez.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta