0 175

Estamos em época de Páscoa e não é por acaso que a celebramos na Primavera, pois se ela é Pessach, passagem, para os judeus, e morte e ressurreição para os católicos, ela é muito anterior a Cristo, ritual pagão de celebração de Eostre “sol nascente”, Oster em alemão, Easter em inglês , Primavera, deusa da fertilidade, do amor e do renascimento.

A Primavera traz-nos pois a oportunidade de libertação, purificação e de novos inícios e é por isso que de seguida partilharei consigo algumas estratégicas para aproveitar o melhor da energia ascendente que a estação mais florida do ano traz às nossas vidas e claro está, às nossas casas.

Liberte-se do que não lhe faz bem. Como referido na crónica anterior, a Primavera é bom momento para largar aquilo que não quer dar continuidade. Liberte-se de inutilidades e lembre-se que ao deixar partir aquilo que já não lhe serve está a dar espaço para novos acontecimentos na sua vida.

Dê atenção às suas portas… Desimpeça todas as passagens para uma melhor circulação da energia. Portas fechadas à demasiado tempo são indicadores de bloqueios por resolver. Certifique-se que as portas não rangem, que estão devidamente limpas, que trancam e destrancam de forma fácil. Para atrair a prosperidade pode usar plantas e também um tapete de boas vindas na sua entrada.

Mas também às suas janelas. Adorne as suas janelas com flores para dar as boas vindas à estação florida. Um moinho ou sino de vento, pela sua ação de catarse eólica, transmutará energias menos boas que queiram entrar em sua casa em energias mais positivas e alegrará o dia a quem passar na sua rua.

Elemento: Ar. Nada como a ação conjunta do sol e do vento para desinfectar a sua casa. Espaços fechados precisam de ventilação e a simples ação do sol primaveril sob a forma duma cortina de vento que permita circular em sua casa eliminará ácaros, humidade e maus odores que possam estar acumulados. Evite os aerossóis industriais que estão a cair em desuso e opte por soluções mais amigas do ambiente como velas perfumadas de boa ualidade, óleos essenciais ou perfumes que poderá comprar em lojas de especialidade.

Energize locais estagnados com cristais. Quartzos, Ametistas e Citrinos em bruto são sempre uma boa opção para transmutar energias densas que a habitação possa estar a acumular em zonas com pouca dinâmica. Deixe os cristais carregarem baterias à luz direta para os colocar em zonas sombrias ou de maior estagnação como são, não raras vezes, as casas de banho.

Vista a sua casa com novos têxteis. Esta é uma forma fácil de elevar a vibração e a frescura do seu lar. Quer estejamos a falar de lençóis, cortinas, tapetes e toalhas é bom princípio optar por materiais naturais, intemporais e de maior durabilidade. Vá e invista em lençóis e cortinas novas. Como não se sentir renovado com o cheiro e textura de fibras novas?

Cores, cores… Entretanto repare com que cores se sente em sintonia pois elas são indicadoras das suas necessidades energéticas atuais.

Conecte-se com a energia ascendente que a Primavera nos presenteia. Faça uma dieta de tecnologia. Apague a televisão,desconecte-se das redes sociais e passe mais tempo próximo da natureza, pois Primavera, Páscoa, Passagem, é momento de expansão e celebração de novos inícios. E lembre-se, a sua casa é o seu Universo.Até lá, voltamos a encontrar-nos no próximo artigo de Casa & Vida.

0 220

A partir do solstício de Inverno, noite mais longa do ano, os dias começam a ficar sucessivamente maiores e com eles a ascensão da energia que nos levará novamente à Primavera. Estamos no entanto ainda no Inverno que nos pede recolhimento, introspeção e planejamento. Este é portanto o momento ideal para prepararmos a nossa casa e a nossa vida para um novo ciclo que se encontra aí à porta. É bom momento para plantar e alimentar aquilo que quer ver florescer na Primavera. É bom momento para largar aquilo que não quer manter no novo ciclo. Objetos, roupa, maus hábitos liberte-se do que não lhe convém agora.

Do ponto de vista estético, as tendências para a casa são para o revivalismo dos anos 80 e 90. Assim em 2018 o Interiorismo tende para:

1. Maximalismo

Fim do minimalismo escandinavo que dominou durante mais de uma década e que agora marca a sua despedida. Tempos ecléticos. Franjas, veludos, dourados, superfícies espelhadas, berloques. Este ano o Maximalismo está na ribalta! Mais é definitivamente MAIS!

2. Peças lentas, materiais puros, peças sólidas e com valor

Esqueça as peças de mau plástico. Este é ano de dar valor ao que tem realmente valor. Valorizar peças sólidas e bem executadas que tenham demorado a construir, como por exemplo tapetes, cadeiras artesanais feitas à mão.

3. Espaços polivalentes e confortáveis

A fronteira entre trabalho e lazer ficará cada vez mais indefinida tanto na habitação como no comércio. As salas de banho e cozinhas, que têm vindo gradualmente a tornarem-se mais sofisticadas, conquistam definitivamente o conforto que tem vindo a reivindicar. Quadros e papel de parede,jarras com flores, têxteis agradáveis, livros e tapetes que apenas pensávamos pertencerem à sala invadem as zonas de água. A cozinha funde-se com a sala a casa de banho com o quarto. Fim das divisões ou então separação ténue.

4. Monocromatismo

Uso de uma só cor ou de um só padrão em todo o espaço. Têxteis, paredes e móveis da mesma cor porém em tons diferentes. Faça coincidir o edredon com o papel de parede, crie um ambiente totalmente rosa ou totalmente azul. Regresso às paredes pintadas com cores calmas do início do século XX.

5. Fim dos materiais evidentemente resultado da reciclagem

Aumento de superfícies sustentáveis mas que evitem o estereótipo de estética reciclada.

6. Terracota

Influência da chegada do Ano do Cão de Terra. A riqueza da cor térrea irá adornar têxteis, cerâmicas, azulejos e estruturas arquitetónicas. Renda-se à textura irregular do barro tanto no interior como no exterior mas harmonize com elementos metal.

Estas são as seis tendências de maior destaque no Interiorismo para o início deste novo ano 2018. Para reforçar a ideia de novo ciclo, a chegada do Ano Novo Chinês no dia 16 de fevereiro vem também anunciar o início do ano do Cão de Terra trazendo para todos dum modo geral um ano seguro e de harmonia nas nossas casas. Este adivinha ser dum modo geral um ano de tolerância, diálogo e solidariedade ou de pelo menos disputas conciliatórias. Bom ano para mudança, construção ou reabilitação da sua casa. Bom ano também para começar ou mudar de negócio ou novo estilo de vida. Lembre-se, a sua casa é o seu Universo. Até lá, voltamos a encontrar-nos no próximo artigo de Casa & Vida.