Cerveirenses e tomiñenses reconhecem importância da cooperação transfronteiriça

0 162

Cerca de 95% de uma amostra de 1100 residentes em Cerveira e Tomiño avaliam positivamente as iniciativas de cooperação transfronteiriça dinamizadas entre os dois concelhos, reconhecendo o seu contributo para a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos da raia. Inquéritos à Cidadania foram distribuídos por diversas faixas etárias, cuja monitorização dos resultados permite delinear a estratégia futura.

Com o objetivo de perceber o impacto da cooperação transfronteiriça no dia a dia, os concelhos de Vila Nova de Cerveira e de Tomiño promoveram entre dezembro e fevereiro passado, um processo de auscultação no terreno, através da distribuição, voluntária e aleatória, de 2000 inquéritos em espaços estratégicos dos dois concelhos, para residentes maiores de 16 anos de idade.

Três em cada quatro cerveirenses e tomiñenses conhecem a dinâmica de cooperação transfronteiriça promovida entre Cerveira e Tomiño, acreditando que além de consolidar as relações sociais e institucionais entre ambos os concelhos, fomenta o sentimento de que ‘todos somos europeus’ contribuindo para a melhoria das condições de vida dos habitantes desta zona.

Viver num território transfronteiriço apresenta-se como um espaço de oportunidade e não de dificuldade para 96,6% dos inquiridos, e a partilha de serviços e equipamentos municipais é uma das variáveis reconhecida. Dos 11 serviços que suscitam partilha comum, os 1100 entrevistados pontuaram com médias superiores a 8, ou seja, todos são conhecidos e bem aceites. Entre as três opções consideradas prioritárias consta a Piscina Municipal de Vila Nova de Cerveira, o programa conjunto para crianças e o programa de apoio à criação de empresas.

Apostando nos conceitos de cidadania e participação pública, a Agenda Estratégica para a Cooperação Transfronteiriça Amizade Cerveira-Tomiño pretende aprofundar o fortalecimento das relações e consequente melhoria das estruturas em funcionamento, delineando a atuação futura indo de encontro aos interesses e aspirações das suas populações.

As respostas foram monitorizadas por uma empresa certificada que apresenta um erro de amostra de 2,94% para um nível de confiança de 95,5%. No total, os inquéritos eram compostos por 26 questões de resposta rápida, para estudar o grau de conhecimento e as caraterísticas da procura de equipamentos de uso comum, obtendo informação privilegiada para atuação futura.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta