Comédias do Minho e Vento Minho renovam parceria

As Comédias de Minho e a VentoMinho renovaram a parceria de mecenato no valor de 100 mil euros anuais, no dia em que esta companhia de teatro do Vale do Minho também tem um novo espaço residente da companhia de teatro. O Quartel.

Na presença da Secretária de Estado Adjunta do Primeiro-Ministro, Mariana Vieira da Silva, bem como dos promotores Crédito Agrícola – Caixa do Noroeste e os cinco presidentes dos Municípios do Vale do Minho e que integram o núcleo desta companhia de teatro, Melgaço, Monção, Paredes de Coura, Valença e Vila Nova de Cerveira, as Comédias do Minho ganharam um novo espaço residente que assim substitui o até agora utilizado no Centro Cultural de Paredes de Coura.

“Temos que nos empenhar todos os dias neste projeto cultural”, explicou o Presidente da Câmara de Paredes de Coura e das Comédias do Minho, acrescentando que “a cultura não é uma herança, mas uma conquista de todos os dias”.

Já a Secretária de Estado Adjunta do Primeiro-Ministro, Mariana Vieira da Silva, sublinhou a importância das Comédias do Minho como “projeto colaborativo que promove a coesão do território e consegue garantir o acesso da cultura às populações”, acrescentando também que tem “o apoio dos setores mais inovadores do país”, como a VentoMinho, na área das energias renováveis.

O Quartel é assim designado porque ocupa o lugar do antigo quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Paredes de Coura e que foi alvo de uma reabilitação municipal no âmbito da candidatura apresentado ao Norte 2020 – Reabilitação Urbana, num investimento total de cerca de 220 mil euros e dotado de infraestruturas pensadas especificamente para uma utilização na criação e produção artísticas.

Recorde-se que as Comédias do Minho são um projeto artístico que se desenha e articula em três eixos: a companhia que leva os espetáculos de teatro itinerante às aldeias do Vale do Minho; o projeto pedagógico junto da comunidade educativa dos cinco municípios e o projeto comunitário com cinco grupos de teatro de amadores e as associações culturais do território, num trabalho contínuo de relação e proximidade.

As Comédias do Minho são apoiadas pelo Estado português e contam com o apoio de 100 mil euros anuais da VentoMinho, empresa de energias renováveis que desde 2006 tem apoiado este projeto.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta