Congresso Internacional ‘Paredes de Coura Vegetariana’

O investigador holandês Mark Post, pioneiro no mundo ao apresentar uma prova do conceito de carne artificial ou carne de laboratório, e o escritor norte-americano Gene Baur, a quem a Time Magazine descreveu como a “consciência do movimento pela alimentação”, são alguns dos oradores do 4º Congresso Internacional Paredes de Coura Vegetariana, que reúne de 21 a 23 de setembro nesta vila do Alto Minho especialistas nacionais e figuras públicas que abraçaram um modo de vida mais ético e sustentável.

Organizado pelo Município de Paredes de Coura em parceria com a Associação Quinta das Águias, desde 2015 que o Congresso Internacional Paredes de Coura Vegetariana tem reunido peritos de diferentes áreas do saber, permitindo-nos desenvolver uma visão mais global sobre as consequências da nossa alimentação e, cada vez mais, tem centrado a sua atenção em estratégias e soluções de mudança.

Assim, o professor na Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra João Malva fará uma comunicação sobre a relação entre estilo de vida, nutrição e envelhecimento saudável. Já o norte-americano Will Tuttle irá expor algumas das ideias principais do seu best-seller, ‘The World Peace Diet’, o qual apresenta uma nova perspetiva das causas subjacentes da injustiça, do conflito e da doença, mas também, entre outros, o australiano Alphonse Roex, presidente da organização sem fins lucrativos “Doctors for Nutrition”, apresentará uma comunicação sobre o tema Saúde e Nutrição, à semelhança do que vem fazendo em hospitais e escolas médicas da Holanda e Austrália.

Mais uma vez, a noite de sábado está reservada para a projeção de um documentário, cabendo este ano ao “Chasing the thunder” – Sea Shepherd. O filme acompanha dois barcos da Sea Shepherd, fundada pelo lendário Paul Watson, para localizar e cessar a atividade baleeira ilegal, no período em que perseguem um conhecido navio pesqueiro chamado Thunder.

Ao observar a situação global e o impacte das nossas escolhas em diferentes partes do mundo, compreendemos que não só temos o poder para agir, como a responsabilidade de o fazer. Então percebemos que mudar os nossos hábitos pode tornar o mundo melhor para as gerações presentes e futuras.

Desde o primeiro Congresso Internacional Paredes de Coura Vegetariana deram-se grandes mudanças no mundo no que diz respeito a escolhas alimentares. Cada vez mais pessoas têm consciência do impacte que as suas escolhas têm na saúde, nas condições cruéis em que vivem os animais de exploração e no planeta Terra.

Por causa de uma crescente tomada de consciência, a ciência e a indústria têm-se dedicado à criação de alternativas às escolhas atuais, de soluções melhores para a nossa saúde, mais ecológicas e mais respeitadoras dos animais.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta