ESCOLA DE ROCK EM PAREDES DE COURA

0 117

PAREDES DE COURA

Já falta pouco para ouvir os primeiros acordes na ‘Escola do Rock – Paredes de Coura’, que nesta 4ª edição se desenrola entre os dias 17 e 22 de dezembro, em plenas férias letivas de Natal.

Após os sucessos alcançados com as edições anteriores, que levou um grupo de cerca de 50 jovens a pisar palcos como os do Festival Vodafone Paredes de Coura, Serralves em Festa ou Casa da Música, a “Escola do Rock – Paredes de Coura” vai continuar a acolher jovens músicos com idade superior a 13 anos, que queiram mostrar o que valem num programa intensivo de seis dias de formação, experimentação e partilha.

A “Escola do Rock – Paredes de Coura” é uma iniciativa do Município, que em 2015 foi distinguido com o Prémio UM-Cidades instituído pela Universidade do Minho: “É um projeto que nasce com o objetivo de ocupar as férias dos jovens de forma lúdica, pedagógica e artística. Se queremos uma sociedade com futuro temos que investir nos jovens e nos seus anseios, mas de forma séria”, explica Vítor Paulo Pereira, Presidente da Câmara de Paredes de Coura, acrescentando que “o currículo disciplinar escolar é essencial e tem muito peso na nossa sociedade. Mas a arte, a música, a dança ou outra qualquer forma cultural são manifestações importantíssimas nas formações dos nossos jovens e ferramentas fundamentais de formação, cidadania, até na preparação para aquilo que chamam de mercado de trabalho”.

Com a colaboração e direção artística do Space Ensemble para a definição do plano de formação, o objetivo da “Escola do Rock – Paredes de Coura” passa por permitir a um conjunto de músicos provenientes de todo o país, desenvolver competências musicais e criativas, em especial na área da música rock.

O programa, como vem sendo hábito, vai envolver ensaios, formação, sessões de cinema, jam sessions, showcases, concertos, demonstrações de instrumentos e workshops. A equipa de formadores continua a ser dirigida por Nuno Alves (direção artística) e conta com Samuel Coelho (guitarra/violino), Jorge Queijo (bateria), Sérgio Bastos (piano/teclados), Miguel Ramos (baixo) e Maria Mónica (voz). Adicionalmente, para dirigir workshops e apresentar em concertos os seus projetos, estarão presentes o baterista Pedro Oliveira (músico de Dear Telephone, Peixe:avião, etc.), com o projeto a solo KRAKE, e o guitarrista Miguel Azevedo com o trio “O Bom, O Mau e o Vilão”.

A base de trabalho será o espaço Caixa da Música, criado pelo Município de Paredes de Coura para acolher concertos e residências artísticas como esta. Adicionalmente, os concertos e workshops decorrerão em diversos espaços do Concelho de Paredes de Coura.

Para demonstrar a singularidade desta escola e o complemento que pode dar ao ensino tradicional, basta referir que o plano curricular incluiu bandas como Led Zeppelin, The Beatles, Morphine, Pixies, PJ Harvey, Queens of the Stone Age, The Black Keys, Nirvana, AC/DC, Franz Ferdinand ou Arcade Fire.

“Nesta edição vamos reforçar a nossa atenção nos temas clássicos da história do Rock, trabalhando um referencial que consideramos essencial para um desenvolvimento musical sustentável”, apontou Nuno Alves, do Space Ensemble.

No final dos 6 dias de formação, há o já muito esperado espetáculo de apresentação final, a decorrer no dia 22 de dezembro, às 22h00. Depois, ao longo do primeiro semestre de 2018, seguir-se-á uma tour por algumas salas nacionais e internacionais, ainda a definir.

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta