MONÇÃO PREPARA-SE PARA A COCA

0 622

O povo recolhe-se nos momentos religiosos e anima-se nas iniciativas mais descontraídas. Este ano, entre 14 e 18 de junho, as festas concelhias prometem encher o centro histórico e revitalizar a atividade comercial. O momento alto será a procissão solene e o “combate” entre S. Jorge e a Coca, na quinta-feira, dia 15. Que o cavaleiro do reino esteja à altura e ganhe o “combate” para termos bom vinho Alvarinho nas adegas e nas mesas.

O Corpo de Deus/Festa da Coca decorre entre 14 e 18 de junho. O programa, como habitual, reserva um conjunto variado de iniciativas recreativas e solenes com acentuada componente religiosa. O objetivo, como sempre, é trazer gente ao concelho, proporcionando a dinamização dos setores ligados à restauração e hotelaria.

Hoje, dia 13 de junho, decorreu a apresentação destas festividades, no Museu do Alvarinho.  Augusto Domingues, edil local, reafirmou que estas é que são verdadeiras festas do concelho, e que a forte ligação religiosa é um marco importante e que nunca deixará de existir.

Questionado pela VALE MAIS, sobre o possibilidade do feriado municipal ser alterado para outra data (visto que a quinta-feira santa voltou a ser feriado nacional) o Presidente da Câmara afirmou que essa ainda é uma possibilidade real, mas só será debatida ma próxima legislatura. No entanto, apenas haverá duas datas em discussão, para além da atual. O 12 de março, dia da atribuição do foral a Monção ou a sexta-feira seguinte à quinta-feira santa.

No que diz respeito às festividades, o programa “abre” na quarta-feira à noite, dia 14, pelas 21h30, com Noite de Fados, no Largo de Camões, conhecendo, no dia seguinte, quinta-feira, feriado nacional e municipal, dois dos momentos mais marcantes destas festividades: Eucaristia e Procissão Solene do Corpo de Deus e tradicional “combate” entre S. Jorge e a Coca.
O dia começa com entrada dos grupos de bombos de Pias e de Mazedo (9h30), arruada da Coca (10h00) e entrega de condecorações e títulos honoríficos a cidadãos e instituições de mérito, cerimónia que decorrerá no Cine Teatro João Verde (11h00).

No dia 17, sábado, o destaque vai para o Coca in Festa, organizado pelo Bar Ponta Onze, e que decorrerá na Rua da Independência no Centro Histórico. Outro momento marcante neste dia é o Festival Internacional de Bandas Filarmónicas.

Medalha de ouro para loja de fotografia com 100 anos

Este ano, a proposta da comissão de parecer para cidadão de mérito/medalha de prata recaiu em Amílcar Vasques Dias, compositor e pianista. Com o título de serviços distintos/medalha de ouro serão distinguidos José Miguel Dantas Rodrigues, músico da Banda Musical de Monção, e Agostinho Rodrigues Roquinho, músico da Banda Musical da Casa do Povo de Tangil, ambos com 50 anos de atividade nas referidas filarmónicas.
Como instituições de mérito serão reconhecidas quatro empresas/associações. Entre elas, a Foto Ideal, Lda (medalha de ouro), com 100 anos de atividade.

Combate 07

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta