NATUREZA, NATURE, LA NATURALEZA, NATURA, NATUR

0 218

A natureza com que o Alto Minho foi bafejado são muitos e variados: desde a zona costeira que começa em Viana do Castelo e vai até Caminha (com uma extensão de ca. 40 km), subindo daí às serras D’Arga (Caminha, Ponte de Lima, Viana do Castelo e V.N. Cerveira), Amarela (Ponte da Barca e Terras de Bouro), e ao único Parque Nacional do país (Peneda-Gerês), que se estende por 5 concelhos sendo 3 deles no distrito de Viana do Castelo (Arcos de Valdevez, Melgaço e Ponte da Barca). 

Como se não bastasse – e porque a conservação dos habitats tem sido levada muito a sério nas últimas décadas- o Alto Minho orgulha-se de dispor de largas áreas sob protecção especial:  as Paisagens Protegidas de Corno do Bico (Paredes de Coura) e de Sistelo, o Pequeno Tibete português (Arcos de Valdevez), a Reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês-Xurês, as Lagoas de Bertiandos e S. Pedro (Ponte de Lima).

Que haverá então nesta geografia, que vai do mar até aos 1400 mt de altitude e que tantos amantes da natureza atrai? Serão os múltiplos trilhos da rede Alto Minho Greenways que oferece múltiplas possibilidades de conhecer os caminhos mais antigos e mais surpreendentes, pelo coração do sistema agro-pastoril dos 10 concelhos? Destaque para a Ecovia do Vez (Arcos de Valdevez), de 32km, uma das mais belas do Norte do país, repleta de fauna e flora, muita dela irrepetível. Seguramente sim!

São vários os concelhos que organizam programas de caminhadas usufruindo dos seus trilhos por entre serranias, florestas, caminhos e pontes, brandas e leiras, rios e riachos. Destaque para Ponte da Barca, com o seu programa “12xPonteDaBarca – programa anual de trilhos” e para os Arcos de Valdevez com o seu programa “12 Trilhos 12 Experiências 2017”. Todos os meses um motivo diferente para contactar de perto com a natureza e o património. Naturalmente sim.

Serão os diversos eventos de BTT para quem gosta do “sobe-e-e-desce” sobre rodas? Seguramente sim! Desde as provas mais locais às provas regionais, faça o gosto ao pedal e descubra as melhores paisagens do topo das montanhas mais altas e onde o ar é mais puro.

Será ainda a possibilidade de testar os limites da resistência física em eventos nacionaos de grande amplitude? Seguramente sim! Se gosta deste tipo de desafios, traga o equipamento, bom sentido de orientação e… confunda-se com as paisagens em eventos como o Grande Trail da Serra d’Arga (Caminha, Ponte de Lima, Viana do Castelo, Setembro) e o Peneda-Gerês Trail Adventure ( Ponte da Barca, Arcos de Valdevez e Melgaço – Abril) organizados pelo ultra-maratonista Carlos Sá, o TUMM (Trail Urbano das Muralhas de Monção- Setembro), o Trail Nocturno da Eurocidade Valença- Tui (Novembro), e num registo mais lúdico, a Primitive Race (Outubro, Melgaço).

Será ainda porque o Turismo Náutico é hoje em dia uma realidade bem acessível a todos? Seguramente sim! Com três rios como o Lima, o Minho e Coura e os seus estuários fantásticos, bem como condições marítimas ideais, é possível praticar em excelentes condições e em segurança tudo o que quiser, verão ou inverno! Kitesurf na Praia do Cabedelo (Viana do Castelo), Surf de competição da Praia da Arda e das aulas da Praia de Afife (Viana do Castelo), Remo em Caminha e Valença (Rio Minho), em Ponte de Lima e Viana do Castelo (Rio Lima).

E então as águas bravas? Melgaço é já bem conhecida pelo rafting no Rio Minho bem como oning – actividade de aventura que consiste na descida de rios e riachos de montanhas em zonas em que haja mais gargantas (canyons) ou desfiladeiros, usando apenas técnicas de alpinismo). Para amantes radicais da natureza!

Para quem gosta de emoções mais relaxadas, pode experimentar os passeios náuticos confortavelmente sentado a partir de V.N. de Cerveira ou junto à foz do Lima. Relaxadamente, sim!

Será ainda pelas maravilhosas praias fluviais de tantos e tantos rios que correm pelo coração do Alto Minho, ou pelos recantos repletos de quedas de água, daquelas que aparecem nas revistas? É que as fotos vêm daqui, seja na Serra Amarela, na Peneda, na Arga ou no Soajo! Seguramente sim!

Falta-nos falar das águas termais, dessa energia que vem da terra e oferece aos músculos e à mente uma pausa merecida. Monção e Melgaço são terras de termas e por isso, merecem uma visita… prolongada!

Como vê, estão reunidas as condições para desfrutar dos elementos- terra, água, fogo e ar- terra das montanhas, água dos rios e mar, fogo que aquece as águas termais e o ar puro nas mais diversas paisagens e lugares. Natureza em muitas línguas que no Alto Minho se traduzem por simplesmente… natureza em estado puro!

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta