PONTE DE LIMA PROMOVE CICLO DE CONFERÊNCIAS DEDICADO A ANTÓNIO FEIJÓ

0 208

No quadro das comemorações do primeiro centenário da morte de António Feijó (1917-2017), Ponte de Lima vai promover um ciclo de conferências destinado a homenagear uma das personalidades mais elevadas da cultura local.

A primeira palestra, intitulada “Cancioneiro chinez (1890): tradução e exotismo”, arranca a 20 de junho – dia da inauguração da exposição biobibliográfica de tributo ao poeta-diplomata – com a investigadora Marta Pacheco Pinto a centrar-se numa atividade pouco conhecida do grande público – a da versão para Português de poemas e textos em língua estrangeira.

Segue-se, a 20 de julho, a conferência “António Feijó: uma visão poética da mulher”, por Maria de Fátima Melo, sessão que decorrerá na Expolima por ocasião da XXII edição da Feira do Livro de Ponte de Lima.

Depois de um hiato para férias de verão, o ciclo de palestras regressa a 20 de outubro ao Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima com uma “Conversa sobre o tio António”, orientada por Luísa Castro Feijó e António Maciel Feijó, familiares do autor de “Bailatas”, seguindo-se, a 17 de novembro, João Pimenta, que se debruçará sobre os “Malefícios da doença na poética de António Feijó”.

A 7 de dezembro é a vez de João Afonso Machado ministrar a palestra “Ainda os dois «minhotos, diplomatas e amigos»: (mais correspondência entre António Feijó e o 2.º Visconde de Pindela): da guerrilha portuguesa e da Europa da Grande Guerra”, sessão que encerra o ciclo de conferências dedicado ao poeta-diplomata.

De reiterar que as conversas literárias de tributo a António Feijó – num total de cinco – realizam-se sempre no mesmo horário – 19h00 – e têm como palco privilegiado o Auditório da Biblioteca Municipal de Ponte de Lima, à exceção do segundo encontro temático que decorre no recinto da Expolima.

ARTIGOS SIMILARES

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta