TEMPERATURAS ELEVADAS: PROTEÇÃO CIVIL DISTRITAL FAZ AVISO À POPULAÇÃO

Face à atual situação climatérica, com elevadas temperaturas, o Comando Distrital de Operações de Socorro do distrito de Viana do Castelo remeteu-nos o seguinte aviso à população.

1. SITUAÇÃO

De acordo com a informação disponibilizada pelo IPMA, salientando-se o agravamento da situação meteorológica desde o dia 1 de agosto, verifica-se um incremento para o dia de hoje mantendo-se a situação para o fim de semana com temperaturas elevadas e teores de humidade baixos, na maioria do distrito de Viana do Castelo

2. EFEITOS EXPECTÁVEIS

 HUMIDADE RELATIVA DO AR

Particularmente para o dia de hoje 3 de Agosto, prevê-se uma diminuição significativa dos teores de HR (humidade relativa), prevendo-se uma HR mínima de 17% em Monção, a ais baixa do distrito. Para as próximas 48 horas a HR mínima previsivelmente verá uma ligeira subida. No dia 4 prevê-se a HR mais baixa em Paredes de Coura, de 24% e no dia 5 de 28% , também em Paredes de Coura.

 VENTO

Prevê-se que o vento seja fraco em todo o distrito de Viana do Castelo (até 20 km/h) predominantemente de Leste.

 TEMPERATURA

Aumento muito significativo da temperatura máxima, sendo que no dia de hoje, 3 de agosto (Sexta-feira) prevê-se que, praticamente todo o território do distrito terá valores próximos dos 40ºC, destacando-se Monção que poderá atingir o máximo de 43º.

Para o dia 4 é espectável um cenário semelhante, sendo que o valor mais elevado previsto de 42º em Ponte da Barca.

Já para o dia 5, prevê-se que Monção registe o valor máximo de todo o distrito, na ordem dos 40º.

Prevê-se ainda, que as noites sejam tropicais, com os valores de temperatura mínima a excederem os 20ºC na generalidade do distrito, particularmente na noite de 3 para 4 de agosto, podendo existir locais onde são excedidos os 25ºC.

Nas próximas 48 horas prevê-se um agravamento significativo do Índice de Risco de Incêndio.

3. MEDIDAS PREVENTIVAS

Assim, de acordo com estas previsões, são esperados impactos na saúde, especialmente nos grupos populacionais mais vulneráveis, como é o caso das crianças, dos idosos, pessoas portadoras de patologias crónicas, pessoas isoladas e em situação de carência económica e social, pelo que recomenda a adoção das seguintes medidas de prevenção:

POPULAÇÃO EM GERAL:  Evitar a exposição direta ao sol, em especial entre as 11h e as 17h;  Usar protetor solar com índice de proteção elevado (30 ou superior);  Aumentar a ingestão de água ou sumos de fruta naturais sem açúcar;  Evitar o consumo de bebidas alcoólicas e bebidas muito açucaradas;  Usar roupa leve e fresca, óculos de sol e chapéu;  Evitar grandes esforços físicos;  Fazer refeições leves e frequentes.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta