Valença abre a rota dos Castelos e Fortalezas da viagem no tempo “Alto Minho 4D”

0 204

A rota dos Castelos e Fortalezas marca o regresso da “Viagem no Tempo” pelo Alto Minho, no próximo dia 22 de setembro. Valença abre, assim, a quinta porta desta viagem, dedicada aos castelos e fortalezas da região, com uma conferência, uma visita performativa e um encontro de sketching no centro da vila, promovidos pela CIM Alto Minho.

Marcada territorialmente pela sua aproximação a Espanha, a região do Alto Minho tem na fronteira uma relação histórica, fortemente representada em Valença. O conjunto fortificado da fortaleza da vila é considerado um exemplo mundial da arquitetura militar abaluartada. É esse expoente de fortificações abaluartadas que vai estar em destaque na conferência “Dos Castelos e Fortalezas”, que decorrerá na Biblioteca Municipal de Valença, pelas 11 horas do sábado, 22 de setembro, com a participação dos investigadores Renata Araújo, da Universidade do Algarve, e Luís Ponte, da Universidade do Minho.

A participação na conferência é gratuita, mas implica a inscrição prévia no site da CIM do Alto Minho: www.cim-altominho.pt.

No período a tarde, os participantes terão a oportunidade de acompanhar a visita performativa “Portas do Tempo” àquela que é um dos maiores legados deixados pela prodigiosa Escola Portuguesa de Fortificação e Arquitetura Militar. A visita terá a participação do Coro das Mulheres do Minho e da comunidade local e início às 15 horas, junto aos Paços do Concelho.

Esta viagem temporal pelo Alto Minho inclui ainda uma atividade de sketching urbano, que juntará dezenas de sketchers em Valença, para um registo artístico do património cultural e natural da vila.

 

“Alto Minho 4D – Viagem no Tempo” um projeto cultural e turístico

Recorde-se que esta será a quinta Porta do Tempo a abrir-se no âmbito do projeto “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo”, atingindo-se, assim, o meio da viagem, que se iniciou em Caminha, em março passado, e já passou por Monção, Ponte de Lima e Ponte da Barca. Depois de Valença, a 22 de setembro, com a “Rota dos Castelos e Fortalezas”, a viagem prossegue por Melgaço, no dia 20 de outubro, com a “Rota dos Mosteiros”; Viana do Castelo, a 17 de novembro, com a “Rota dos Descobrimentos”; Arcos de Valdevez, no dia 8 de dezembro, com a “Rota do Barroco”; Paredes de Coura, a 12 de janeiro de 2019, com a “Rota da Arquitetura Tradicional”; e, finalmente, a viagem termina em Vila Nova de Cerveira, no dia 9 de fevereiro do próximo ano, com a “Rota do Contemporâneo ao Futuro”.

De recordar que o projeto “Alto Minho 4D – Viagem no Tempo” foi aprovado pelo Programa Operacional Regional do Norte – Norte 2020, no domínio do “Património Cultural”, e pretende criar uma rede de 10 rotas/itinerários cronológicos culturais baseados na história e no património do Alto Minho. Com esta iniciativa intermunicipal, cada um dos concelhos do Alto Minho encabeçará uma rota, que funcionará como o “portal” de acesso a uma “estação do tempo”, que irá dispor de uma série de valências e no qual se apresentará uma sequência de recursos patrimoniais alusivos a essa rota e a serem visitados não só nesse concelho, mas em todo o território, promovendo-se um circuito cultural pelo Alto Minho e, consequentemente, a mobilidade turística na região.

SEM COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta