Adega de Monção com programa de apoio aos seus associados

0

A Adega de Monção candidatou-se, em nome dos seus associados, ao Programa VITIS do Instituto de Financiamento da Agricultura e Pesca (IFAP). Este é um programa de apoio à reestruturação e reconversão das vinhas.

O maior produtor de vinho da sub-região de Monção e Melgaço tomou conhecimento que a sua candidatura foi aceite e que receberá um apoio de cerca de 744 mil euros para uma área de 64,6880 hectares. Este valor está dividido entre a comparticipação financeira no valor 675.857,03€ e na compensação financeira de 86.575,80€ e será distribuído pelos associados que demonstraram interesse neste programa.

Após terem sido avaliados em vários parâmetros, os associados da Adega de Monção estão agora sujeitos ao cumprimento de normas comunitárias e nacionais aplicáveis a este apoio, como informa o ponto 4 do artigo 20º da Portaria 220/2019 de 16 de julho: “os candidatos ficam obrigados a proceder à entrega da sua produção ao representante da agrupada, pelo prazo mínimo de cinco anos após a campanha de plantação”.

“A Adega de Monção está sempre pronta a ajudar os seus associados. Esta candidatura é importante para todos nós, para a nossa região e para todos aqueles que trabalham, diariamente, com dedicação. Este programa é, também, um estímulo para o investimento no setor agrícola”, afirma Armando Fontainha, Presidente da Adega de Monção.

O Programa Vitis concede ajudas à reestruturação e reconversão das vinhas. Pode candidatar-se qualquer pessoa, singular ou coletiva, que exerça ou venha a exercer a atividade vitícola. A ajuda é fixada por hectare (ha), em função do material vegetativo utilizado, da sistematização do terreno e da densidade de plantação (n.º de plantas/ha).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here