Artista monçanense expõe pela primeira vez

0

Encontram-se patentes no Museu do Alvarinho (Casa do Curro), em Monção, uma mostra de uma dezena de quadros e velas com decoração em escama de Matilde Trancoso Silva. Trata-se da primeira mostra desta artista monçanense que começou, todavia, a experimentar estas áreas da arte em 2004, então estudante em Coimbra.

A mostra mantém-se no Museu do Alvarinho até à próxima terça-feira, dia 18, altura em que possa a estar patente na Casa-Museu da Universidade do Minho, também em Monção. Aqui também apresentará quadros em estanho (técnica tridimensional).

Natural da vila de Monção, Matilde referiu-nos que viveu de 1985 a 91 no Alto Douro, depois esteve 12 anos em Coimbra, onde frequentou o ensino superior, tendo regressado à sua terra natal há cerca de oito anos.

Uma oportunidade para descobrir uma artista que, agora, está a dar os primeiros passos numa forma de expressão artística que pretende seguir.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here