ATUALIZAÇÃO // VÁRIOS FOGOS ATIVOS NO ALTO MINHO

0

Neste momento na página da Proteção Civil é possível verificar que existem, no Alto Minho, 14 ocorrências ativas, estando no terreno 613 operacionais e 198 meios de combate terrestres. Há, ainda, 2 meio aéreo.

As ocorrências de incêndio em quase todos os concelhos. No entanto e segundo a mesma fonte as situações mais graves são em Viana do Castelo, Arcos de Valdevez e Vila Nova de Cerveira e Caminha.

PARQUE DE FÁBRICA DE RECICLAGEM AUTOMÓVEL ARDEU EM VALENÇA

O parque de viaturas para reciclagem industrial de uma empresa instalada em Valença, foi, esta noite, “tomado pelo fogo”, disse fonte dos bombeiros locais. Em causa esteve a zona industrial de Gandra.

CERCA 35% DOS FOGOS QUE FUSTIGAM O ALTO MINHO “TÊM MÃO HUMANA”

Por outro lado, o Comandante Operacional de Agrupamento Distrital do Norte, Paulo Esteves, afirmou, que 35% dos incêndios florestais que fustigam o Alto Minho deflagraram à noite e “têm mão humana”.

É fácil de ver que há mão humana quando se reportam incêndios noturnos na ordem dos 30 a 35%. Termos seis focos no espaço de um quarto de hora, em quatro freguesias seguidas do concelho de Ponte de Lima, é um facto”, referiu aquele responsável.

Paulo Esteves, que falava em conferência de imprensa no Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo adiantou que “o número de ignições” registadas nos últimos dias do Alto Minho “é que está na génese de tudo”.

“Não é fácil de compreender como é que algumas ignições acontecem a determinadas horas e em determinados locais. Só resulta uma conclusão, mão humana. A investigação não compete à Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), mas é certo que há mão humana”, frisou.

Para aquele responsável, “não são só as condições meteorológicas” que explicam as causas dos fogos e especificou: “Tivemos dias em que Porto, Braga e Viana do Castelo tiveram um número ignições elevadíssimo e tivemos um distrito, que me reservo de dizer qual para não acontecer outra coisa, com zero ignições e onde habitualmente as temperaturas são mais altas”.

O Comandante Operacional de Agrupamento Distrital do Norte apelou “à população que agora ajuda os bombeiros a ter um comportamento responsável e adequado, no sentido de proteger a floresta”, adiantando que o estado de alerta especial ‘Laranja’ está em vigor até dia 11 agosto às 20:00.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here