Câmara de Viana termina campanha de estacionamento gratuito

VIANA DO CASTELO

0

O presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa deu conta do fim da campanha de estacionamento gratuito que o município iniciou em maio de 2013, em parques concessionados da cidade, para dinamizar o comércio tradicional.

Fizemos um incentivo em períodos mais difíceis de dinamização económica, como são os períodos de outono e inverno em que as condições climatéricas são mais agressivas para que as pessoas se possam deslocar. (…) A partir deste momento, as condições climatéricas são diferentes, estamos num período também de maior atividade do ponto de vista cultural da cidade, e entendemos que era altura de terminar com este incentivo“, sustentou o autarca.

No total estiveram disponíveis, no primeiro trimestre, deste ano cerca de 1.200 lugares de estacionamento gratuito em dois parques concessionados situados no centro histórico da cidade. No final da campanha realizada durante os meses de verão do ano passado, que custou cerca de 130 mil euros, o autarca sublinhou o “sucesso” da iniciativa por ter registar quase “100 mil viaturas” nos cerca de 1.660 lugares que estiveram disponíveis entre julho e setembro.

O autarca socialista não afastou no entanto a possibilidade daquele incentivo poder vir a ser reativado.

José Maria Costa adiantou que juntamente com a Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC) está a ser “estudada” uma solução que passa pela oferta de uma hora de estacionamento.

Entretanto, anteriormente, tinha admitido a hipótese de reabrir o parque subterrâneo do Campo da Agonia, com 1080 lugares de estacionamento, fechado desde dezembro de 2013, devido a um contencioso jurídico entre o concessionário e a proprietária VianaPolis (participada pela Câmara Municipal). Sabe-se, desde já, que a Assembleia Municipal deverá pronunciar-se neste mês de Abril sobre a transferência deste, que é o maior parque de estacionamento da cidade, para a tutela da Câmara.

Segundo José Maria Costa, uma vez concretizada a transferência da concessão do espaço, actualmente a ser alvo de obras de beneficiação da parte estrutural orçadas em cerca de 500 mil euros, o objectivo da autarquia passa por indemnizar o concessionário e reabrir o equipamento transformando-o no primeiro parque de estacionamento ‘low cost’ da cidade.

Estamos a estudar o estacionamento por uma hora com a AEVC por forma a dinamizarmos o comércio tradicional noutro tipo de horários e vamos avaliar a situação, ao longo do ano. Se verificarmos que a situação económica possa ter algum agravamento, cá estaremos para dar o nosso apoio“, frisou.

No final da campanha realizada durante os meses de verão do ano passado, que custou cerca de 130 mil euros, o autarca sublinhou o “sucesso” da iniciativa por ter registar quase “100 mil viaturas” nos cerca de 1.660 lugares que estiveram disponíveis entre julho e setembro.

As campanhas foram sempre contestadas pela oposição PSD e CDU na autarquia, pelos custos que representavam para os cofres do município.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here