Covid-19: Caminha reforça policiamento no centro histórico

0

O presidente da Câmara de Caminha anunciou o reforço de policiamento no centro histórico, durante a segunda quinzena de agosto e face ao previsível aumento de visitantes, como forma de prevenir a propagação do novo coronavírus.

“O reforço da GNR não está ligado a nenhuma notícia do presente. Não há registo de casos ativos de covid-19 no concelho. Na verdade, o número de doentes tem sido baixo. A generalidade das pessoas tem cumprido as normas e os estabelecimentos, salvo poucas exceções, cumprem as regras. Mas não podemos facilitar, nem dar mostras que abrandamos no rigor”, frisou Miguel Alves, citado numa nota enviada à imprensa.

O autarca socialista de Caminha, no distrito de Viana do Castelo, explicou que o reforço de policiamento “nas ruas onde costuma acontecer a diversão noturna” foi “contratualizado com a GNR” e entra em vigor na sexta-feira.

Segundo dados da GNR, hoje avançados pelo município, Caminha regista 28 infrações às normas sanitárias em vigor devido à pandemia de covid-19, “essencialmente relacionadas com o 2consumo de bebidas alcoólicas na via pública”.

“As coisas estão a correr bem, as pessoas têm tido uma atitude muito cuidadosa, os empresários percebem que devem cumprir as regras, o concelho de Caminha está cheio de turistas e os casos de doença são residuais, mas, basta um ato irrefletido ou uma atitude irresponsável para colocar o trabalho de todos em xeque.

Sabemos que os últimos dias de verão mobilizam muita gente para a vida noturna e não queremos deitar tudo a perder. Podemos sair, podemos descontrair, mas sempre, sempre mesmo, cumprindo as regras, zelando pela nossa saúde e respeitar a dos outros”, apelou Miguel Alves, que é também presidente da comissão distrital da proteção civil de Viana do Castelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here