Crianças de Monção aprendem a “encher” chouriças

0
Crianças de Monção aprendem a “encher” chouriças

Na passada sexta-feira, 10 de janeiro, com a ajuda de uma vintena de senhoras das aldeias de Anhões e Luzio, os meninos e as meninas aprenderam a “encher” chouriças, mostrando grande curiosidade e interesse naquele processo artesanal. Munidos de caderno e lápis, desfizeram todas as dúvidas com perguntas variadas que, pacientemente, as senhoras respondiam com a sabedoria e experiência.

A visita insere-se na iniciativa “O Campo em Festa” que vai decorrer nos dias 25 e 26 de janeiro e pretendeu valorizar uma agricultura biológica e sustentável, com a participação das crianças do 1º CEB do concelho que, desde finais de novembro, estão transformados em agricultores de palmo e meio.

“O Campo em Festa”, evento organizado pela União de Freguesias de Anhões e Luzio com apoio da Câmara Municipal de Monção, realiza-se no último fim de semana deste mês, 25 e 26 de janeiro, proporcionando aos munícipes e visitantes comida caseira e tradicional, destacando-se o cozido à portuguesa, bem como música portuguesa variada e atividades ao ar livre.

Crianças de Monção aprendem a “encher” chouriças

A iniciativa, que decorrerá no recinto do senhor do Bonfim numa carpa gigante e aquecida, conta com a intervenção ativa e participativa da comunidade de Anhões e Luzio.

Nas visitas aos espaços intervencionados, as crianças metem as mãos na terra, aprendendo a semear, plantar e regar, a dar de comer às galinhas e aos porcos, a apanhar animais em fuga, a desenvolver afinidades com as plantas e a recolher resíduos para reciclagem

O autarca monçanense, António Barbosa, e o presidente da União de Freguesias de Anhões e Luzio, Amâncio Alves, estiveram presentes nesta ação pedagógica, tendo ambos realçado a importância desta atividade na consciencialização ambiental e nutritiva dos jovens monçanenses.

O objetivo desta visita é que as crianças tenham uma relação saudável com os alimentos que comem, ouçam os conselhos dos mais velhos e fiquem com a sensação agradável que contribuíram para colocar comida na mesa. Paralelamente, interiorizam a ideia que a preservação e valorização dos recursos naturais é um contributo essencial para uma alimentação cuidada e para a defesa do planeta.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here