Opinião Manuel Pinto Neves | Degraus

0
foto // Direitos reservados

A tarde corria devagar… Gente subindo os degraus. Muitos. Pausa a meio da subida. Depois lá continuam até ao cimo.

   Os degraus servem, tantas vezes, de refúgio para aqueles a quem a fortuna ostracizou. Para os outros não. Degraus das igrejas, degraus das ruas pulsantes de vida, degraus onde mendigam, onde se recolhem, onde sofrem, onde rezam e meditam…

Degraus. De pedra, fria e gasta como as figuras resignadas, que os vão aquecendo com as roupas enrugadas, também elas delidas.

Degraus. Coisas insignificantes, aparentemente insignificantes, mas não para quem neles se senta, esperando, quem sabe, uma esmola, uma palavra de alento, um gesto solidário.

Degraus onde a vida se esvai, irreversivelmente, e onde a erva cresce, às vezes, com o lodo da indiferença, e outras, muitas, com a solidão a corroer os corpos e as almas…

Degraus. Lugar para os desfavorecidos. Para os outros não. Para os desfavorecidos que nada têm de material, mas também para os que sofrem a ausência de familiares e de amigos.

Degraus.

Esquinas do mundo, esquinas do tempo, esquinas vazias, perdidas de tudo.

Degraus. Quão sinuosos e íngremes são os caminhos a que, tantas vezes, nos conduzem, mas que desejamos nos levem sempre ao alto.

Chegar ao cimo, ao objectivo ansiado, deixa uma sensação de conquista, de liberdade.

Subir esses degraus, ou quaisquer outros, faz-nos sentir que o nosso destino foi criado para voarmos, nem que seja só com a imaginação, e não para rastejarmos. O nosso destino, mesmo o dos ostracizados que se sentam nos degraus, é o de sermos como pássaros livres e não como vermes mordendo o pó.

Degraus. Vamos subi-los e, quando chegarmos ao cimo, entremos, quer seja na porta que nos surge ou no horizonte que se nos apresenta. Procuremos algo que não se encontra em ambientes e caminhos baixos, quando somo empurrados para a descida.

Subamos sempre os degraus que conduzem ao alto com a esperança viva de aí encontrarmos um caminho novo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here