Empresários do Irão, Gana, Argélia e Marrocos à descoberta de oportunidades de negócio no Alto Minho

0

A Associação Empresarial de Viana do Castelo, no âmbito do projeto Export Improving Minho, vai acolher na semana de 23 a 27 de setembro, uma comitiva de aproximadamente 20 pessoas composta por representantes de instituições e altos quadros de empresas de Marrocos, Argélia, Gana e Irão.

O programa desta visita inicia-se no dia 23 com a iniciativa ‘Launch Meetings’, que se realizará no Hotel Axis, evento de debate com as diferentes delegações convidadas onde serão abordados temas como as ‘Relações com Portugal e oportunidades de negócios’, ‘Como construir parcerias comerciais entre os Países’ ou ‘Como Internacionalizar e Exportar’.

No dia 26 de setembro, às 9h30, o Hotel Flor de Sal acolherá a Conferência Internacional ‘Export Improving Minho’ onde se discutirão as “Oportunidades das Relações Bilaterais” entre Portugal e os países convidados desta missão inversa.

Um dos painéis deste dia terá as intervenções de alguns dos elementos das comitivas convidadas, nomeadamente, Mohsen Bahrami Arzeaghdas, Advisor na Câmara de Comércio, Indústria e Minas de Teerão, Abdelkarim Toudert, Chefe de Serviço da Câmara de Comércio e Indústria da Argélia, Clement Osei Amoako, Vice-presidente – Camara de Comércio do Gana e Mouizz El Alami, Chefe de Departamento da AMDIE – Agência Marroquina de Desenvolvimento dos Investimentos e Exportações.

Está ainda previsto que a comitiva visite algumas empresas e instituições do Alto Minho com o anunciado objetivo de estreitar possíveis parcerias na região.

Recorde-se que o Projeto Export Improving Minho visa, conforme foi dito, a promoção da internacionalização dos clusters da metalomecânica, construção e energia do Alto Minho com foco nos mercados do Gana, Irão, Argélia e Marrocos.

De destacar ainda que foi no âmbito deste projeto que alguns dos responsáveis da AEVC visitaram nos últimos meses algumas das instituições empresariais destes países, celebrando  acordos de parceria e cooperação institucional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here