Expovez:: Feira do Alto Minho – ‘Mostra de vitalidade do sector económico de Arcos de Valdevez’

0

Arcos de Valdevez recebeu a 19.º edição da Expovez – Feira do Alto Minho, que decorreu nos dias 4, 5 e 6 de maio, no Centro de Exposições.

Para João Esteves, edil local, com quem a  Vale Mais esteve a conversar sobre este certame, “o balanço desta edição é bastante positivo”.

Milhares de pessoas passaram pelo recinto e aproveitaram para se divertir, provar a gastronomia local e ficar a conhecer melhor a oferta empresarial da região.

“O grande objetivo desta Feira é mostrar a dinâmica do sector económico, e como tal, foi estabelecida uma estratégia entre e Câmara Municipal e um conjunto de parceiros, nomeadamente, a ACIAB – Associação Comercial e Industrial de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca e da Cooperativa Agrícola de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca, à qual se juntou, mais tarde, a ARDAL e a InCubo, para divulgar o que melhor se faz em termos industriais e comerciais no concelho, o melhor do mundo rural, do artesanato, turismo, restauração, entre outros. Neste sentido, a Expovez tem sido uma grande mostra daquilo que se faz em Arcos de Valdevez mas também em alguns concelhos vizinhos, principalmente, Ponte da Barca”.

Para João Esteves, o momento de maior destaque, desta edição, devido ao grande envolvimento dos empresários e do seu dinamismo, vitalidade e sustentabilidade, foi a cerimónia de entrega de prémios de mérito empresarial e mérito agrícola a 50 empresários da região.

Esta Feira, que começou há 28 anos no edifício da Escola Secundária, passou pelo Campo da Feira e, depois de uma interrupção, chegou ao Centro de Exposições, local atual da sua realização, contou com a presença de cerca de 150 expositores, dedicados à promoção e valorização do comércio e serviços, da indústria, com maior ênfase nos três Parques Empresariais do Município, da agricultura, do artesanato, da gastronomia e dos produtos locais mostrando, assim, a dinâmica que o tecido empresarial possui, assim como a sua importância no contexto económico e sociocultural.

O Presidente da Câmara asseverou que esta iniciativa serve também, para se realizarem muitos contactos, particularmente, entre empresários, destacando, a relação que este certame também tem com a diáspora.

“Nesta altura há muitos emigrantes que aproveitam para conhecer o que se faz em determinados sectores, como por exemplo, no sector da construção civil, no turismo, etc..

É, ainda, uma excelente oportunidade para as pessoas terem um contacto para uma oportunidade de emprego, além de uma enorme festa que pretende ser o ponto de encontro entre clientes, fornecedores e população em geral.

Há uma enorme compra e venda de diversos produtos que vão deste carros e tratores agrícolas a projetos, cozinhas ou mobiliários”.

Para o autarca, este é um espaço em crescimento, que cada vez é mais procurado e o programa de animação juntamente com o espaço gastronómico, rico em produtos locais, catapulta o certame e faz com que passem pelo recinto milhares de visitantes.

“Há duas maneiras de analisar a integração da população na Feira. Uma, a mais natural, que é a adesão dos expositores. Este ano tivemos cerca de 150 o que demonstra uma consolidação importante. Depois é a enorme afluência de pessoas que entre sexta-feira e domingo visita a Feira. Apesar do sucesso, a aposta, nos próximos anos, é para ser reforçada, com novos desafios, para que possamos atrair investimento e assim afixar população”.

Essa mensagem foi transmitida à Secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, que esteve presente no certame.

“Temos de articular, com a administração central, medidas para criar melhores condições para as nossas empresas. Outra situação que colocamos à Secretária de Estado prende-se com a necessidade de melhoramento das acessibilidades aos nossos parques empresariais. Dessa forma podemos abrir novos caminhos para fixar talento e levar a descentralização efetiva de unidades de investigação, desenvolvimento e ensino, para territórios como o nosso”.

Para concluir, João Esteves afirmou que a Expovez tenciona reforçar a ideia de ponto de encontro da economia local e regional. //

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here