Gisela João e Festa do Emigrante animam festas de Paredes de Coura

0
Gisela João e Festa do Emigrante animam festas de Paredes de Coura

Gisela João e Festa do Emigrante animam festas de Paredes de Coura. Com um cartaz que se estende por duas semanas, as Festas do Concelho de Paredes de Coura são motivo de orgulho para muitos courenses que, por estes dias, reencontram amigos e familiares e regressam à sua terra para a confraternização entre as suas gentes.

Assim, no dia 7 de agosto, a Festa do Emigrante volta a encher de alegria e afetos o Museu Regional de Paredes de Coura, com petiscos tradicionais e muita música. Um reencontro animado pelo grupo musical Irmãos & Amigos, bem como pelas Rusgas Sons de Coura e as Rusgas de Courenses em Nanterre e Cenon (França) que dão as boas vindas a estes filhos da terra com os quais Paredes de Coura mantém uma dívida de gratidão e reconhecimento.

Gisela João na noite de fado

O Festival de Folclore, a 8 de agosto, traz este ano ao Largo Hintze Ribeiro o Grupo de Danças e Cantares de Vitorino de Piães (Ponte de Lima), Rancho Folclórico de São Mamede Troviscoso (Monção), Rancho Folclórico de Vilarinho das Quartas (Arcos de Valdevez) e o Rancho Folclórico da Associação Cultural e Recreativa e Desportiva de Rubiães, enquanto a noite prolonga-se com os Hugo Band.

Já a noite de sexta-feira, 9 de agosto, convida a um salto até ao Escadório da Igreja do Espírito Santo para ouvir Gisela João. Com dois discos editados, “Gisela João” (2013) e “Nua” (2016), Gisela João é uma das vozes incontornáveis do fado contemporâneo, sublinhado com a distinção de muitos prémios e o reconhecimento entre os seus pares.

A 10 de agosto celebra-se o Dia do Concelho. Dia em que os courenses também evocam os Combates de Travanca, quando em 1662 rechaçaram o exército castelhano e demonstraram a sua fidelidade a D. João IV.

A sessão evocativa do Dia do Concelho é no Salão Nobre dos Paços do Concelho, antecedida da apresentação dos livros “500 – Foral da Terra de Coura” e “Paredes de Coura – Estudos Históricos, de José Augusto Pacheco.

A tarde completa-se com o tradicional cortejo etnográfico, enquanto que domingo, 11 de agosto, está dedicada à majestosa procissão em honra de Nossa Senhora das Dores, com o arraial noturno a fechar as Festas do Concelho com os muito aclamados Kalhambeke.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here