Hoje é dia de greve contra as alterações climáticas

0
D.R.

Viana do Castelo está entre as 30 localidades que aderiram.

Portugal mobiliza-se hoje pelo clima, com múltiplas iniciativas associadas a uma greve geral, às aulas, ao trabalho e ao consumo, numa tentativa de envolver a sociedade na defesa do planeta, incentivada pelos jovens. Há manifestações marcadas para cerca de 30 localidades portuguesas, à semelhança do que acontecerá em 170 países.

Alunos e professores poderão trocar hoje as aulas por outras atividades planeadas em dezenas de municípios e participar nas manifestações previstas para o período da tarde. Três sindicatos, entre quais dois do setor da educação (Fenprof e STOP) entregaram pré-avisos de greve.

O aquecimento global provoca o degelo das calotes polares, a subida do nível do mar, a acidificação dos oceanos, a destruição de ecossistemas, a extinção de espécies e fenómenos meteorológicos extremos cada vez mais intensos e frequentes.

Em algumas faculdades há piquetes de greve. Nas escolas básicas e secundárias, os alunos estão também a mobilizar-se. As manifestações foram convocadas para o período da tarde para que possa participar um maior número de pessoas. Viana do Castelo está entre as 30 localidades que aderiram.

Ao longo da semana decorreram iniciativas associadas ao tema um pouco por todo o país, desde palestras, a sessões de cinema, exposições, vigílias, e outros eventos de caráter simbólico, como o que está previsto para Tomar na sexta-feira, onde dezenas de funcionários do município e outros cidadãos vão limpar vários espaços da cidade.

Mais de quatro milhões de pessoas desfilaram na sexta-feira passada pelo mundo, em milhares de iniciativas, dando sequência a um movimento inspirado pela ativista sueca Greta Thunberg.

Cerca de 170 países organizaram mais de 6.000 eventos através das redes sociais e iniciativas da sociedade civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here