INSPEÇÃO NA PASSAGEM HIDRÁULICA NA BASE DO ENCERRAMENTO DO RAMO DE ACESSO DO IP1 PARA A EN13 EM S.PEDRO DA TORRE

1

O encerramento do ramo de acesso do IP1 para a EN13, em S. pedro da Torre, no sentido Valença – Porto, tem obrigado os condutores que querem continuar pela Estrada Nacional 13 a uma serie de ‘gincanas’ naquela zona.

Contactada pela VALE MAIS, a Infraestruturas de Portugal confirmou que o encerramento do ramo foi decidido como medida preventiva no sentido de assegurar boas condições de segurança.

“Após a realização de uma inspeção na Passagem Hidráulica, e por forma a minimizar o risco para a segurança dos utilizadores, foi determinada a não utilização desta travessia”.

A mesma fonte indicou, ainda, que nos próximos meses terá inicio a intervenção necessária com vista à reabilitação da estrada e cuja concretização permitirá a sua reabertura ao tráfego.

Mais informa que esta obra de reparação, cujo concurso público se encontra já em fase de adjudicação, tem um âmbito mais alargado no qual se inclui a reabilitação e reforço estrutural de Obras de Arte (Passagens Hidráulicas, Pontes, etc.) localizadas no IP1, num investimento total de cerca de 750 mil euros.

Portanto, trata-se de uma decisão que visou, precisamente, promover a segurança rodoviária e que se vai arrastar pelos próximos meses, conforme indicação da mesma fonte.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Resumindo e concluindo! 3 curvas fechadas e um giro de 720 graus é mais seguro que um pavimento normal com uma curva de 14 graus e uma saída sem prioridade?
    Não compreendo!

Responder a AMERICO BARROSO Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here