Investigadores internacionais deslumbrados com Paisagem Protegida do Corno de Bico

0
Tiago Cunha (presidente da Comissão Diretiva da Paisagem Protegida do Corno de Bico); Francisco Álvares (CIBIO-InBIO, a desenvolver investigação na região de Paredes de Coura); Francisco Moreira (CIBIO-InBIO, a desenvolver investigação em África e na região de Paredes de Coura); Martim Melo (CIBIO-InBIO, a desenvolver investigação em África); Rita Covas (CIBIO-InBIO, a desenvolver investigação em África); Paul Skelton (South African Institute of Aquatic Biodiversity, África do Sul e atual diretor científico do Projeto do Okavango da National Geographic Society); Isak Smit (South African National Parks, África do Sul – especialista em gestão de grandes áreas protegidas, conceituado pelo seu trabalho no Parque Nacional do Kruger); Marc Stalmans (Diretor dos Serviços Científicos do Parque Nacional da Gorongosa, Moçambique); Brian J. Huntley (Professor Emérito em Botânica na Universidade do Cabo, África do Sul e Investigador Honorário Convidado do CIBIO-InBIO); William Bond (Professor Emérito da Universidade da Cidade do Cabo, África do Sul)

Um grupo internacional de investigadores destacou “a importância e a mais valia ambiental da Paisagem Protegida do Corno de Bico”, em Paredes de Coura, reconhecendo também “o esforço dos Courenses que, coabitando no espaço com todas as espécies, têm compreendido a necessidade de preservá-las”.

Nesta visita à Paisagem Protegida do Corno de Bico, acompanhada pelo vereador da Câmara de Paredes de Coura e presidente da Comissão Diretiva da Paisagem Protegida do Corno de Bico, Tiago Cunha, participaram, entre outros, Isak Smit (Parque Nacional do Kruger, na África do Sul, e uma das mais icónicas áreas protegidas em África), Marc Stalmans (Parque Nacional da Gorongosa, Moçambique) e Paul Skelton (Projeto do Okavango da National Geographic Society), que se deslocaram a Portugal como oradores convidados da Conferência Internacional que decorreu na Fundação Serralves, no Porto, intitulada “Grandes Desafios para a Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável – a Experiência da África Austral”.

O passeio pelo Corno de Bico teve como objetivo dar a conhecer uma área protegida em Portugal e quais os desafios associados à sua gestão, dificuldades e oportunidades futuras: “A experiência de gestão desta equipa permitiu ainda evidenciar que, num Mundo em que a biodiversidade está em constante ameaça, a conservação das áreas protegidas será um valioso ativo de desenvolvimento”, explicou Tiago Cunha, acrescentando que desta visita “ficou ainda em aberto a possibilidade de futuras colaborações internacionais com vista potenciar a valorização da PPCB e do concelho de Paredes de Coura”.

Recorde-se que já aquando da apresentação do Plano de Paisagem das Terras de Coura perante o auditório internacional no Conselho da Europa, o destaque não foi só a singularidade por se tratar do primeiro plano em Portugal, uma vez que essa prática já existe um pouco por toda a Europa, mas sim pela participação pública privilegiada por Paredes de Coura e o grande envolvimento da população, nomeadamente da comunidade escolar. Ao identificarem problemas e perspetivando soluções, esta prática foi evidenciada como um exemplo de democracia e participação cívica para os restantes países europeus.

Mais recentemente, a exposição da Unesco, “Green Citizens – Pioneiros na Mudança”, que passou por França, Marrocos e Nova Iorque, num total de 46 fotografias e painéis informativos de projetos oriundos dos quatro cantos do mundo – Senegal, Marrocos, Índia, Estados Unidos e Brasil, entre outros – tem como único projeto português “O Lobo e o Homem: proteger, valorizar e sensibilizar” de Paredes de Coura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here