Já viu o futuro Centro Comercial de Vigo?

0

O alcalde de Vigo, Abel Caballero, já disse que esta é a obra mais importante que alguma vez se fez na modernidade de Vigo.

A cidade de Vigo prepara-se para alojar um complexo comercial de 125.000m2 que contemplará uma praça pública de 21.900m2, espaços abertos no seu interior, estação de comboios com 6 vias ferroviárias, estação de autocarros, duas plantas comerciais de 53.631m2 com uma centena de lojas, 30 locais de restauração, um grande hipermercado Alcampo, e 1200 lugares de estacionamento.

O investimento é de 83 milhões de euros do operador privado Ceetrus e da Vialia, operador exclusivo das grandes estações de Espanha, que combina o uso ferroviário com o comercial em projetos sustentáveis tanto económica como socialmente.

O desenho é de Thom Mayne e o novo Centro Comercial vai nascer na estação ferroviária que funciona desde 2015 en Urzáiz. Pretende captar dois milhões de passageiros visto que o objetivo é beneficiar, também, de estação de autocarros, potenciando as linhas da área metropolitana, além de estabelecer uma linha de alta velocidade bastante competitiva.

Esta ‘nova’ estação pretende trazer mais pessoas para Vigo através de comboio e ser uma porta de entrada para novos turistas.

Já viu o futuro Centro Comercial de Vigo?
© Diretos reservados

O presidente da Xunta da Galiza lembrou que o compromisso do Ministério do Desenvolvimento é de que, em 2020, saiam de Vigo comboios que cheguem a Madrid em três horas e vinte minutos e que isso possa retirar usuários que fazem essa viagem de carro. No entanto, o objetivo da cidade é realizar esse trajeto em duas horas e 47 minutos e captar, desta forma, também os potenciais usuários do norte de Portugal.

Os promotores deste complexo querem fomentar o seu uso público e optaram por incluir restaurantes, área para entretenimento infantil, e cenários para concertos ao ar livre, tornando o complexo intermodal num novo centro de hospitalidade no coração da cidade. O edifício vai subir para o nível de Via Norte, vai contemplar a fantástica vista sobre a Ria de Vigo e pretende tornar Urzáiz na nova zona comercial e de negócios.

A construção deste enorme projeto esta a cargo da empresa Immochán, que pertence ao mesmo grupo dos hipermercados Alcampo. Quem também está envolvida é a empresa portuguesa, Metaloviana, num trabalho de engenharia de detalhe, fabrico e montagem de 3200 toneladas de estrutura metálica. Para a empresa “trata-se de um grande desafio face ao prazo de realização da obra (7 meses), tendo uma grande incidência em vigas armadas. Trata-se de uma das maiores obras de sempre da Metaloviana em termos de valor contratual”, pode-se ler na página de internet da empresa.

O prazo previsto para a conclusão da obra está definido para o verão de 2020 e este complexo criará 2000 empregos diretos e indiretos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here