João Paulo Serra Rodrigues

0
foto /// Direitos reservados

João Paulo Serra Rodrigues, 41 anos de idade é natural de Friestas e residente em Valença. Depois de terminar a licenciatura em Economia na Universidade do Algarve decidiu regressar a “casa” e iniciar a minha atividade profissional, começando a trabalhar na empresa que gere atualmente, fundada pelos seus sócios atuais e pelo seu irmão em 1996.

O que o levou a dedicar-se a este ramo de atividade profissional?

Entre as ofertas que surgiram no sector bancário e em empresas de contabilidade, optei pela JJA que me possibilitava por em prática os conhecimentos adquiridos no curso bem como apostar no meu próprio negócio, algo que sempre ambicionei.

O que foi determinante para o seu sucesso?

Sem dúvida, a qualidade do serviço prestado pela empresa. É este o factor crítico, o ponto forte do sucesso da empresa e que queremos continuar a fornecer, diariamente, aos nossos clientes.

1.ª Empresa certificada no distrito de Viana do Castelo!

A J.J.A. – Contabilidade & Auditoria, de forma a colmatar algumas lacunas de funcionamento e de ligação aos clientes, entendeu, em 2009, iniciar o processo de Certificação de Qualidade. Com a implementação, em 2010 das metodologias sugeridas, concluímos que, sem dúvida, foi e é uma mais-valia para o serviço prestado e facilita e agiliza todos os procedimentos da empresa.

Um episódio que recorde?

Em 2013, no decorrer de uma inspeção realizada pela DGCI – Viana do Castelo, o inspetor que chefiava a equipa congratulou-nos pelo trabalho desenvolvido e referiu que as empresas da concorrência deveriam “copiar” os nossos modelos pois, sem dúvida, considerou que é raro encontrar uma empresa com o rigor e qualidade da nossa.

Princípios com que dirige a sua empresa?

Em primeiro lugar colocamos sempre o cliente no centro. Qualidade, humildade, honestidade, rigor, empenho e organização são algumas das palavras-chave na nossa rotina diária.

Como lida com o sucesso?

Bem, não quero parecer um falso modesto, mas não penso muito nisso. O sucesso é algo relativo. No entanto, agora que me confrontam com a questão, penso que realmente tenho desenvolvido um bom trabalho, tenho uma carteira de clientes considerável e dada a conjuntura atual, conseguir mantê-la bem como aos espaços físicos onde operamos é de louvar.

A crise afetou-o ou ajudou-o?

Como é óbvio afetou-me. Era impossível não afetar. É lamentável ver clientes a ter de encerrar os seus negócios, com dificuldades em liquidar as suas prestações com a banca e a ter de despedir inúmeros funcionários.

No entanto, a nossa empresa, felizmente, não teve necessidade de realizar qualquer despedimento.

Uma dedicação intensa à vida familiar é conciliável com êxito profissional?

Sim, completamente possível. É uma questão de boa organização e gestão do tempo. Sou um pai e esposo sempre presente. Não falho a uma atividade ou momento importante da vida em família. Sei que trabalho muito, passo muitas horas no escritório mas não deixo de estar com os meus filhos e esposa ao final do dia e nos fins de semana.

Quais os seus hobbies favoritos?

Sou um homem simples e que dá valor às coisas simples da vida. Adoro jogar futebol com o meu filho, brincar e andar de bicicleta com a mais pequenina. Passear na praia, junto ao rio, uma aula de golfe, um jantar com os amigos “regado” com um bom Vinho Alvarinho, ouvir boa música, ler…

Colaborar nos treinos dos Benjamins do Valenciano, que o meu filho integra, é um hobby recente.

De que mais gosta em Valença?

Valença é a minha terra, gosto de várias coisas! A sua gastronomia, os seus recantos naturais únicos e mágicos…

Local ideal para férias?

Adoramos viagens culturais em família, visitar monumentos, de mapa na mão e roteiro elaborado com antecedência.

No entanto, quando chega o Verão separo sempre umas semaninhas para o Dolce Farniente, para descansar, recarregar baterias. Dormir, ir à praia, passear, brincar com os filhotes…. E aí, quando o motivo é mesmo só relaxar e descansar, o local ideal é o Algarve. Ao Algarve vamos sempre!

Qual é o seu sonho?

Viver muitos anos, com saúde, alegria… E já agora que Portugal ganhe o Mundial no Brasil. (risos)

Que conselho nos daria (VALE MAIS)?

Que continue no (bom) caminho que tem vindo a trilhar. De louvar a forma como contribui para a promoção do Vale do Minho e das suas potencialidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here