LUGAR DO REAL – UM SÍTIO DE REFERÊNCIA

AO NORTE // ASSOCIAÇÃO CINECLUBISTA

0

O site Lugar do Real <lugardoreal.com> está com novas funcionalidades e design! Este é espaço virtual criado pela AO NORTE – Associação de Produção e Animação Audiovisual  que permite o visionamento de documentários, de vídeos escolares e da fotografia documental. Disponibilizados para fins pedagógicos, de investigação e culturais, com opção de visionamento em “Normal”, “Alta” e “HD”.

Mais agilizado e intuitiva, a plataforma dispõe de quatro secções de funcionalidade, se assim se pode dizer. São elas o Lugar do Real, com “documentários e outros olhares”, a de Vídeos nas Escolas, a de Foto memória e a Lab.

Neste, ainda em fase de construção, são apresentadas narrativas como a da Fotografia Falada, um projeto de salvaguarda da memória e do património imaterial. Consiste no registo vídeo de um depoimento e tem, como ponto de partida, uma fotografia comentada pela pessoa nela retratada. Também se lhe pede que fale da época e do contexto familiar e socioeconómico em que foi tirada. Há, ainda, neste âmbito, outras narrativas previstas, como o projeto Aldeias do Mar e a Fotografia Documental.

Já o Lugar do Real constitui uma alternativa ao acesso e valorização do documentário, alargando o visionamento a obras condenadas a uma divulgação residual. Desde sobre a visita ao marido no estabelecimento prisional às romarias da Senhora da Agonia, em Viana do Castelo, e Senhora da Bonança, em Vila Praia de Âncora, passando pelas tradições (como o Auto de Floripes), a de atividades tradicionais (como da ceramista) e do trabalho na doca comercial de Viana e no porto de Vigo.

Pretende ser uma base de dados que facilite aos programadores a seleção de documentários e de outras obras audiovisuais para projeção em sala; um encontro com “outros olhares” – registos na área da antropologia visual, depoimentos, memórias, entrevistas, imagens de arquivo, etc; bem como um incentivo para a recuperação e partilha, em formato digital, dos filmes em 8mm com valor histórico e cultural (Século XX em 8mm);

Por sua vez, a de Vídeo na Escola é constituída por centenas de registos em diversas escolas da região. Desde pequenos ensaios cinematográficos sobre história, artes ou costumes a ações de sensibilização para a segurança e outros aspetos visando, particularmente, os mais novos. Mas  também são apresentados registos efetuados aquando de um trabalho em África, mais concretamente, em Angola. A literacia audiovisual constitui, obviamente, um dos desideratos.

Já a nível da Foto memória, há o recurso aos álbuns familiares com registos fotográficos do séc. XX, sobre momentos festivos e especiais nas suas vidas ou da presença militar nas ex-colónias. Mas também de outras ocasiões, como a daquela em que, na sua visita ao Norte, em 1901, o príncipe D. Luís Filipe visita Monção com os seus perceptores Mousinho de Albuquerque e Keraush, e é ali recebido pelas autoridades locais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here