MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço

0
MDOC - Festival Internacional de Documentário de Melgaço

MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço. A riqueza cultural e patrimonial resguardada nos territórios fora da alçada metropolitana portuguesa providencia material fértil para a criação audiovisual.

São territórios que se apresentam em contradição: asfixiados por falta de gente, recursos e acessos, são ao mesmo tempo povoados por gentes enraizadas numa cultura tradicional profunda e criadas na contemporaneidade globalizada.

Da sua emigração, resultou uma diáspora atualmente indissociável de qualquer retrato de portugalidade; dos que aí vivem até hoje, chega-nos a preservação da memória local e as estratégias de reinvenção e projeção para o futuro.

É com a consciência desta complexidade e multiplicidade que surge o MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço, resultado de uma parceria entre a Associação AO NORTE e a Câmara Municipal de Melgaço, e subordinado à reflexão sob as linhas temáticas de Identidade, Memória e Fronteira.

Desdobrando-se em várias valências, o Festival promove a exibição de documentários etnográfico de todo mundo, que competem para o Prémio Jean-Loup Passek.

Dinamiza, também, o Plano Frontal – residência fotográfica e cinematográfica, onde se incentiva jovens realizadores e fotógrafos a contribuir para a construção de um arquivo documental sobre o concelho de Melgaço.

Adicionalmente, o MDOC acolhe o Curso de Verão Fora de Campo, durante o qual se intersectam os trabalhos de investigadores académicos, dinamizadores culturais e estudantes das áreas do cinema e das ciências sociais.

A partir de 2018, o MDOC apoia também o projecto Quem Somos Os Que Aqui Estamos?, com a coordenação do geógrafo Álvaro Domingues, que se desenvolve a partir da estadia prolongada de um fotógrafo e um antropólogo numa freguesia em Melgaço.

Neste período de tempo, durante o qual os intervenientes vivem e convivem com os habitantes locais, é feito um trabalho de fotografia, de levantamento de materiais (nomeadamente de fotografias de álbuns pessoais), de delineamento de percursos biográficos e de produção de ensaios em filme documental.

Em 2018, focou-se a União de Freguesias de Parada do Monte e Cubalhão, resultando desse trabalho duas exposições de fotografia (“Pedra e Pele”, na Casa de Cultura de Melgaço, e “Quem Somos Os Que Aqui Estamos em trânsito”, na sede da Junta de Freguesia de Parada do Monte), a edição de um livro de fotografia (“Pedra e Pele”) e a produção de vários filmes de “Fotografia Falada” – resultados apresentados na edição desse ano do Festival.

Para a edição de 2019 do MDOC, prevê-se ainda a inauguração de uma terceira exposição na sede da Junta de Freguesia de Parada do Monte, assim como o lançamento de uma publicação-catálogo que contém contribuições dos vários intervenientes no projecto.

Simultaneamente, decorre na União de Freguesias de Prado e Remoães a segunda investida do projecto Quem Somos Os Que Aqui Estamos?, que resultará também na apresentação de um trabalho fotográfico, edição de livro correspondente e na inauguração de uma nova exposição, em Prado, edificada a partir de fotografias de álbuns pessoais e ensaios fílmicos sobre essas fotografias.

A edição de 2019 do MDOC decorrerá de 29 de julho a 4 de agosto, com sede na Casa da Cultura de Melgaço.

Os documentários exibidos, assim como as exposições patentes durante o Festival, são abertos ao público e de entrada gratuita.

A participação nas diversas atividades deverá ser consultada mediante as respetivas regras de inscrição.


MDOC – Festival Internacional de Documentário de Melgaço
http://mdocfestival.pt
E-mail: melgaco@mdocfestival.pt
Telm: 00351 962 834 852

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here