Rádios antigos no Torre da Cadeia Velha de Ponte de Lima

0

Inaugurou na passada quarta-feira,  dia 10, na Torre da Cadeia Velha, uma exposição intitulada “Radiofonia: A Paixão de um Valenciano”, uma parceria da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste com o Município de Ponte de Lima.

Nesta mostra, que estará patente até 30 de outubro, é possível ver uma parte da coleção de rádios antigos a válvulas, fabricados entre os anos 20 e 60, pertencente a Sansão Vaz, um valenciano com fortes ligações familiares a Ponte de Lima, e que além de colecionar aparelhos de rádio, também os reparava, mantendo os mais de 400 exemplares a funcionar.

Para José Luís Carvalhido da Ponte, da Fundação Caixa Agrícola do Noroeste, esta exposição insere-se numa das áreas de ação da IPSS, a da cultura, e assume uma importância particular visto que “nós não vivemos sem história, nenhum presente se constrói sem passado e os rádios fazem parte da nossa memória”. “Especialmente para os mais velhos, a rádio era uma fantástica companhia, onde ouvíamos as notícias, teatro, desporto, e são hoje autênticas peças de arqueologia”.

O vereador da Câmara de Ponte de Lima, Paulo Sousa, evidenciou que o Município e a Fundação têm vindo a desenvolver excelentes parcerias, não só na área da cultura, mas noutras, agradecendo o contributo que têm dado. Disse ainda que “esta é uma exposição diferente, pois é a primeira vez que a temática da comunicação é abordada, sendo pertinente para as nossas escolas fazerem uma visita, visto que estão num outro paradigma comunicacional, em que cada um produz hoje a sua informação, ao contrário de outros tempos, onde a comunicação era feita de um para muitos”.

Durante a visita ao certame a explicação sobre a história de alguns aparelhos ficou a cargo de Bouça de Morais, autor de um livro editado recentemente sobre a coleção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here