RIO PARK INAUGURADO COM ESPANHÓIS NO TARGET

0
Edil, governante e presentes

São 10 milhões de euros, de investimento totalmente privado e o maior no Alto Minho, neste último ano.

O Rio Park, Retail Park hoje inaugurado a 100 metros da ponte internacional, em Monção, visa aproveitar os fluxos gerados pela proximidade com Espanha.

Lojas que “nuestros hermanos” frequentam no nosso país e que existem em cidades como Braga e Porto, passam a estar, agora, ali próximas, referia-nos Nuno Afonso, o promotor deste projeto empresarial, iniciado há um ano, que o inaugura no dia em que completa 15 anos de atividade empresarial.

O empresário monçanense falou, ainda, no objetivo de consolidar o comércio tradicional, desenvolvê-lo, manifestando, também, a importância de, nisso, existir interesse da autarquia.

Nuno Afonso
Nuno Afonso

QUASE 40 MIL M2

O centro comercial encontra-se implantado num terreno de 39.465 m2, que compreende uma área bruta locável (ABL) de 10.583 m2, englobando diversos espaços comerciais, zona de estacionamento com mais de 400 lugares gratuitos e uma zona de lazer com percursos pedestres e parque infantil.

Ali se situam, os espaços da Rádio Popular, De Borla, Sportzone, Seaside, Espaço Casa, Belita Supermercados, Perfumes & Companhia, Burger King, Bazar do Rio, Brinka, Esqueço Papel, Under Blue, Colchões & Companhia, Atola, Camipão, Pizzaria Don Genaro, Ergovisão, Norte-Moda, Nos, Carlos Santos, Diggy`s e Noar.

No seu conjunto, foi anunciado que gerará 300 novos postos de trabalho.

Na abertura, marcou presença a secretário de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, que descerrou a placa assinalando a inauguração e recebeu um cabaz com Alvarinho do presidente da Câmara e uma “Coca” concebida na APPACDM (associação de “deficientes mentais” que, assim, mostram a sua eficiência) que a governante prometeu colocar no seu gabinete de modo a ser mostrado a “outras pessoas”.

Margarida Marques elogiou Monção e o projeto, até por se situar numa zona de baixa densidade populacional e aproveitar sinergias que o possam potenciar. Deu conta que, na vinda, se enganou e entrou em Espanha, mas deu logo por isso e voltou facilmente a Portugal. Vantagem de pertencermos à União Europeia e que, agora, no Rio Park, é aproveitada de outra forma, apontado-se o “target” no cliente espanhol.

O presidente da Câmara, Augusto Dominges, apontou também o mesmo caminho, dizendo sentir-se realizado com a concretização destes projetos e o que significam, ao criar emprego, a resolução, em seu entender, de problemas sociais.

Aludiu, ainda, ao projeto da Eurocidade Monção/Salvaterra e do nome destes dois concelhos que será colocado num monolítico a dar nome à rotunda de acesso ao Rio Park.

Na oportunidade, deu nota positiva aos últimos desenvolvimentos registados no Parque Empresarial da Lagoa e no Minho Park. Na final, à margem, soubemos que estão avançados os contactos para a instalação do Lidl, próximo da rotunda do acesso da Estrada Nacional à ponte internacional, bem como do interesse em Monção já manifestado por outra média/grande superfície comercial.

Entretanto, durante o dia de hoje muitas pessoas estão a afluir ao espaço, onde, também, há insufláveis e pinturas para os mais novos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here