SABIA QUE SE ANDA A SENTAR INCORRETAMENTE NA SANITA?

0

O tema desta vez é dedicado aos intestinos. Um órgão muito mais importante do que a atenção que lhe damos, pois só é lembrado quando a vontade aperta!

Os intestinos, como qualquer outro órgão, tem funções muito específicas e importantes para o nosso organismo. O intestino humano é dividido, de uma forma muito geral, em intestino delgado e intestino grosso. É através dos intestinos que se faz a absorção de nutrientes (delgado) e água (grosso).

No intestino grosso ficam armazenados os alimentos não digeríveis pelo organismo e as fezes que serão evacuadas através do ânus (parte final do intestino grosso).

A qualidade daquilo que comemos é sempre um dos fatores preponderantes para o bom funcionamento dos intestinos. É sabido que cada pessoa tem uma flora intestinal diferente, e ao longo dos tempos percebe o que lhe faz uma digestão fácil ou difícil. Assim como os níveis de hidratação, as fezes são mais duras se não tiverem muita água na sua constituição. As pessoas que têm obstipação têm as fezes mais duras e são mais difíceis de evacuar por isso têm de fazer muita pressão que pode criar hemorroidas e outras lesões como varizes nas pernas, prolapsos vaginais e ate AVC´s.

Assim, o consumo regular de frutas e legumes ricos em fibra ajudam a manter um bom funcionamento do intestino.

A defecação funciona da seguinte maneira: quando há a presença de fezes na ampola retal, a sensação de necessidade é sentida e o esfíncter anal interno relaxa. Imediatamente depois disso, o esfíncter anal externo contrai por reflexo. O esfíncter externo é controlado por nós e só o fazemos relaxar quando estamos já na sanita.

Como é que a forma como nos sentamos na sanita influencia o bom ou mau funcionamento dos intestinos?

Visto que aquilo que comemos dita muito do bom trânsito intestinal, como podemos ajudar esse processo com a forma como nos sentamos na sanita e porquê.

Então é assim, à volta dos últimos centímetros do intestino grosso existe um músculo de forma circular (musculo puborretal) que quando estamos sentados ou de pé, este aperta o intestino como um laço formando uma dobra (imagem 1). Quando estamos sentados na sanita nesta posição custa muito mais a defecação para alem de ficarem retidos alguns detritos no recto que vão se acumulando e podendo causar alterações nas paredes do intestino e doenças como cancro colo-rectal.

Por outro lado, se quando vamos à casa de banho colocarmos um banco para altear os pés ou ate mesmo de cócoras esse músculo relaxa e deixa que o intestino grosso fique aberto e direito (imagem 2), limpando melhor o intestino. Estas são ótimas dicas para quem tem dificuldades em defecar.

Como tratar melhor os nossos intestinos?

Para alem da alimentação cuidada e saudável e de evitar aquilo que nos causa má digestão, devemos olhar para as fezes e ver a cor – se mudou do habitual, se está vermelho escuro, amarelo, verde, etc., se tem presença de sangue ou não, a consistência, prática regular de exercício físico, comer alimentos com probióticos como os iogurtes, evacuar sempre que há vontade – não aguentar e não forçar sem vontade, etc… As fezes mostram muito do nosso estado de saúde e podem ser um sinal de alerta para muitas doenças nomeadamente o cancro do intestino que é o terceiro mais comum em Portugal. Se algo esta a fugir do normal deve-se procurar um especialista para um precoce diagnóstico e melhor taxa de sucesso de cura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here