Tradicional barco de água-arriba voltou às águas do Rio Lima

0
Tradicional barco de água-arriba voltou às águas do Rio Lima

Tradicional barco de água-arriba voltou às águas do Rio Lima. Mais de seis décadas após a sua “extinção”, o Água-arriba, o barco histórico que cruzava as margens do Lima, volta à terra e ao Rio que outrora subiu.

Fruto da iniciativa do Município de Ponte de Lima, este é o maior barco do género, no Lima.

O objetivo da sua construção passa não só pela implementação de um projeto turístico náutico, mas por fins pedagógicos, e de preservação ativa da tradição, património e cultura limiana, já que são escassos os exemplares deste tipo.

Perde-se no tempo a memória da origem desta embarcação, que partia pela Ribeira Lima, rumo às duas feiras mais importantes: Ponte de Lima e Viana.

Estes que foram dos mais emblemáticos barcos de trabalho do Rio Lima saíam dos ancoradouros na hora da maré, de leme em mão, para que a corrente pudesse ser aproveitada. A vela era usada sempre que o vento o permitia. Mediam entre 12 a 15 metros, e os seus compartimentos eram ocupados por pessoas, animais e mercadorias.

O novo “água-arriba”, construído de forma artesanal com técnicas que passaram ao longo de gerações, respeita a tradição dos materiais e ferramentas. Com 15 metros e capacidade para 30 pessoas, este barco histórico voltou a navega no Rio Lima na passada sexta-feira, data da sua apresentação pública.

O içar da vela foi realizado pelo Presidente da Câmara, Victor Mendes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here