“Vertigem (IR)Reversível” foi o mais votado pelo público no Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima

0

Os visitantes do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima 2019, 15ª edição sob o tema “Os Jardins do Fim do Mundo” votaram maciçamente no Jardim “Vertigem (IR) Reversível” que nos reporta para uma viagem até ao juízo final.

De autores portugueses, a conceção da ideia pertence a dois jovens investigadores, naturais de Barcelos, que em comum partilham a paixão pela jardinagem amadora. E sobre a sua criação consideram que retrata uma “viagem metafórica ao juízo final, onde no purgatório somos confrontados com a dicotomia resultante da nossa inação, quando restam dois minutos para a meia-noite, ou catástrofe global. Mas resta ainda esperança, caso deixemos de ignorar os pecados do capital.”

Quase como sendo premonição, o jardim mais votado, vai continuar em exposição na 16ª edição do Festival Internacional de Jardins de Ponte de Lima, em 2020, enquadrando-se no tema escolhido “As Religiões nos Jardins”.

Já a seleção das novas propostas para a edição 2020, que tem como tema As Religiões nos Jardins, decorrerá no corrente mês.

Entretanto, a segunda preferência do público recaiu sobre o “Jardim da Amizade” que reflete um jardim rico em elementos da cultura oriental e com apontamentos da cultura portuguesa. Este jardim, tem o intuito de enaltecer as relações entre Portugal e China, reconhecendo o seu valor cultural e histórico. Dá relevo também à coragem dos Portugueses em navegar por mares desconhecidos e conhecer outros povos e também à fusão com as tradições Chinesas. Cada elemento contemplado neste jardim tem um significado histórico e cultural para os macaenses, chineses e portugueses. 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here